Retiros de Laboratório

Um fim de semana numa hospedagem com clima de hotel-fazenda a beira do mar. Ótima ideia pra descansar né? Pois grupos de pesquisa da UC Berkeley oferecem isso a seus integrantes, uma grande oportunidade de relaxar, aproximar as pessoas, principalmente aquelas que não se falam muito no dia-a-dia, e sobretudo uma chance de discutir ciência num clima mais relax.

Já tive oportunidade de participar de 2 desses eventos. O primeiro foi o Nielsen Lab Retreat em Bodega Bay, num hotel-estação de biologia marinha da UC Davis, e o segundo, o Computational Biology Retreat, aconteceu esse fim de semana em Marshall, num centro de conferência bem rústico a beira da Tomales Bay (algumas fotos abaixo).

As discussões são muito mais proveitosas do que naquelas reuniões de laboratório que tem duração determinada de 1h. No retiro, não há nenhum compromisso depois, não é necessário dar um shift na mente logo após a apresentação, esquecer tudo aquilo e começar a pensar em outra coisa. Você apresenta seu trabalho para pessoas de diferentes formações e tipos de conhecimento, discute, fica o fim de semana todo lá junto dessas pessoas, mais tarde vem outro argumento a sua cabeça, e vocês voltam ao assunto e discutem de novo, possibilitando um desenvolvimento muito maior das ideias.

E qual exatamente é o formato de um retiro de laboratório? Bem, a coisa tem que acontecer num hotel bem tranquilo, com centro de conferência e que seja perto da cidade do seu laboratório (tipo Domingos Martins, já pensou?). Os integrantes do grupo se inscrevem para apresentações e posters. E tudo funciona meio que como um mini congresso.

E quem paga por tudo isso? Nas universidades americanas, cada departamento tem uma verba, que é destinada a cada laboratório que, portanto, tem possibilidade de financiar o evento. Infelizmente, a ideia é inviável em nosso laboratório, onde temos apenas verba proveniente de fundações de apoio a pesquisa, e esse mal dá pra cobrir as necessidades básicas do projeto.

Enquanto o pesquisador tiver que se preocupar que não há dinheiro para comprar ponteiras e Taq que estão acabando, é difícil pensar em iniciativas que levam a excelência de trabalho, coisa que passa pela maior integração do grupo de pesquisa, ao invés de cada um funcionar como uma ilha dentro do próprio laboratório, passa pelo incentivo do pessoal de trabalho e pela criação de uma espécie de orgulho em se fazer parte daquele grupo e de sentir vontade de estar junto a ele.

Como eu já disse em outra ocasião, talvez não haja apoio porque não há a demanda, e cabe a nós criarmos essa demanda. Se tentássemos organizar um retiro do NGHM, você gostaria de participar?

3 respostas em “Retiros de Laboratório

  1. Pessoal, não querendo comparar com o super retiro do Vitor, podemos fazer um retiro no sítio em Marechal Floriano !!! Quero ver quantos artigos da Nature podem sair de Marechal Floriano!!! O limite está dentro de nós…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s